08 junho 2011

Sobre o Pequeno Príncipe e o Homem no Jardim

Disse Rubem Alves: "Como tenho raiva de Antonie de Saint-Exupéry - "tornamo-nos eternamente responsáveis por aqueles que cativamos..." Mas isso é terrível? Ser responsável por tanta gente? Cristo, por amar demais, terminou na cruz. Embora não saibamos, o amor também mata. “ Mas como deixar de cativar pessoas, é tão complexo como deixar de amar. Pessoas foram criadas para serem amadas e cativadas. 
Na Bíblia em João 3.16, o nosso Deus entrega seu filho unigênito, por amor, a fim de que todo aquele que Nele crê, não pereça mais tenha a vida eterna. O Filho nos cativa nos cura, nos liberta, e quando aceitamos torna-se responsável por nós. A responsabilidade não esta apenas naquele que cativa, mas também naquele que é cativado. Não podemos apenas lançar a responsabilidade adiante, (você me cativou agora se esforce para me manter cativado). É preciso seguir o "ritual" de Saint-Exupéry em o pequeno príncipe, "Estar sempre, no mesmo lugar, no horário marcado". 
No Gênesis 3.8 o Senhor Criador, mantendo o ritual passeia pelo jardim, em busca daquele que foi cativado, mas não o encontra, o pecado tinha tirado o santo casal da presença do Senhor que cativa. Cristo na cruz do calvário pode ver todos aqueles que por Ele foram cativados gritando Crucifica!! Ele responsável por todas aquelas almas cativadas, só pode pedir ao Pai que os perdoassem, pois eles não sabiam o que estavam fazendo ao crucificá-lo. 
A morte de Cristo criou um abismo entre o que cativou e o que foi cativado, e assim como o homem deposto do jardim o que restaria seria saudades. 
Mas Cristo ressuscitou, e nos enviou o seu Espírito Santo o Consolador. Por isso não precisamos mais sentir saudades, e nem reclamar que àquele que nos cativou nos abonou, Ele agora esta em nós. Basta que o procuremos, basta que o busquemos.

Ao ler esse pequeno texto, pense em Zacarias 1.3 quando nos diz: Tornai-vos para mim... E Eu tornarei para vós. Aquele que nos cativou, continua em busca dos momentos do Jardim. Entregue sua vida, seus pensamentos, sua alma à Cristo, e volte ao Jardim da criação. Cristo nos chama para sermos um com Ele. Ele nos ama e sente saudades de nós, Ele nos cativou, fez a sua parte, o pecado nos separou, mas Cristo é a ponte de volta ao Jardim.

Em Cristo

Pr. Daniel Marcos

Followers